terça-feira, 30 de dezembro de 2008

ANO NOVO

Não tem nada melhor que começar um novo ano com planos e sonhos novos
nao importa o sonho que você tenha, este sonho é seu e só cabe a você correr atraz
pois realiza-lo nao tem preço.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

O amor

este texto eu retirei do site http://recantodasletras.uol.com.br/pensamentos/318126 onde foi escrito por uma grande amiga minha chamada Aline achei muito interessante para postar no meu blog entao estar aí um pouco do amor.

O amor e um sentimento que vem de dentro de uma forma inata e intríseca e nos acompanha desde quando ainda somos um óvulo e um espermatozoide .Sentimento que todos nós sentimos de uma forma ou de outra em algum momento da vida mesmo sem percebemos e mesmo sem demonstrações .Ele nunca morre permanece eternamente mesmo que adormecido .Dizem que o amor é cego e que amizade fecha os olhos eu particularmente não acho , pelo fato do amor quando é verdadeiro enxega sim o erro e até tenta combatê-lo mas , nunca se deixa abater por essas coisas, e a amizade da mesma forma sempre está disposta a perdoar e a relevar os defeitos olhando sempre as qualidades .Quando amamos verdadeiramente lutamos para ver o outro feliz sendo também essa a nossa felicidade , quando amamos deixamos de lado o egoísmo e experimentamos um outro sentimento que é o da partilha e o da união e por fim quando amamos sentimos mais do que nunca a presença de Deus porque "Deus é amos e quem ama permanece em Deus"( I Jo 4,8 )

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Lá onde a neve cai
Sinos festejam a noite de Natal
Os pinheiros brancos de neve
São como torres de uma catedral

Lá onde a neve cai sempre
Por sobre a lua tropical
O natal é sempre oração
Oração de paz universal

Senhor,

quisera neste Natal
armar uma árvore dentro do meu coração

e nela pendurar,
em vez de presentes,
os nomes de todos os meus amigos.

Os amigos de longe e os de perto.
Os antigos e os mais recentes.
Os que vejo a cada dia e os que raramente encontro.
Os sempre lembrados e os que as vezes ficam esquecidos.
Os constantes e os intermitentes.
Os das horas difíceis e os das horas alegres.
Os que sem querer magoei ou, sem querer me magoaram.
Aqueles a quem conheço profundamente e aqueles que me são conhecidos apenas pelas aparências.
Os que pouco me devem e aqueles a quem muito devo.
Meus amigos humildes e meus amigos importantes.
Os nomes de todos os que já passaram pela minha vida.

Uma árvore de raízes muito profundas,
para que seus nomes
nunca mais sejam arrancados do meu coração.

De ramos muito extensos,
para que novos nomes,
vindos de todas as partes,
venham juntar-se aos existentes.

De sombra muito agradável,
para que nossa amizade seja um momento de repouso,
nas lutas da vida.

Que o Natal esteja vivo
em cada dia do Ano Novo que se inicia,
para que as luzes e cores da vida
estejam presentes em toda a nossa existência,
e concretizem com a ajuda de Deus,
todos os nossos desejos.

Feliz Natal

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

O AMOR É CEGO E A LOUCURA SEMPRE O ACOMPANHA

Era uma vez um lugar da terra onde se reuniram todos os sentimentos e qualidades dos homens. Quando o ABORRECIMIENTO bocejou pela terceira vez, a LOUCURA, como sempre tâo louca, propôs-lhes:

- Vamos brincar às escondidas?

A INTRIGA levantou as sobrancelhas intrigadas e a CURIOSIDADE, nâo se contendo, preguntou:

- Às escondidas? Como é isso?
- É um jogo- explicou a LOUCURA- em que eu tapo a cara e començo a contar desde um atè um milhâo enquanto vocês se escondem e quando eu termine de contar, o primeiro que eu encontrar ocupará o meu lugar para continuar a brincadeira.

O ENTUSIASMO dançou, secundado pela EUFORIA, a ALEGRIA deu tantos saltos que acabou por convencer a DÚVIDA, e inclusive a APATIA, à qual nada interessava.
Mas nem todos quisieram participar, a VERDADE preferiu nâo esconder-se. Para quê? Se, no fim, acabavam sempre por achà-la, a SOBERBA opinou que era um jogo miuto maluco (no fundo, o que aborrecia era que a idea nâo tivesse sido sua) e a COBARDIA preferiu nâo arriscar-se...

- Um, dois, três...- comnçou a contar a LOCURA.

A primeira a esconder-se foi a PREGUIÇA, que se deixou cair como sempre atrás da primeira rocha do caminho, a FÉ subiu ao céu e a INVEJA escondeu-se atrás da sombra do TRIUNFO, que, com o seu própio esforço, tinha conseguido subir à copa da arvore mais alta. A GENEROSIDADE quase nâo podia ocultar-se, cada lugar que encontrava parecia-lhe maravilhoso para qualquer dos seus amigos - um lago cristalino? ideal para a BELEZA; una haste de um árvore? perfeito para a TIMIDEZ; o voo de uma borboleta? o melhor para a VULUPTUOSIDADE; uma rajada de vento? magnífico para a LIBERDADE.
Assim, acabou por econder-se num raiozito de sol. Por seu lado, o EGOÍSMO encontrou desde o princípio um lugar muito bom, ventilado, cómodo... mas só para ele.
A MENTIRA ocultou-se no fundo dos mares (mentira, a verdade é que se escondeu atrás do arco-íris) e a PAIXÂO e o DESEJO no centro dos vulcôes. O ESQUECIMENTO... esqueci-me onde se escondeu mas isso nâo

Quando a LOUCURA contava 999999, o AMOR ainda nâo tinha encontrado sítio para se ocultar, já que estava tudo ocupado... atè que divisou uma roseira e enternecido decidiu esconder-se entre as flores.

- Um milhâo - contou a LOUCURA e començou a procurar.

A primeira a aparecer foi a PREGUIÇA só a três passos de uma pedra. Despois ouviu-se a FÉ no céu, discutindo com Deus sobre Zoologia e a PAIXÂO e o DESEJO, sentiu-os vibrar nos vulcôes.

Num descuido, encontou a INVEJA e, claro, Pôde deduzir onde estava o TRIUNFO. O EGOÍSMO nâo teve nem de procurá-lo. Ele mesmo saiu disparado do seu esconderijo, que acabara por ser um ninho de vespas. De tanto caminhar sentiu sede e ao aproximar-se do lago, descobriu a BELEZA, e com a DÚVIDA foi ainda mais fácil, pois estava sentada numa cerca sem decidir de que lado ocultar-se. Assim foi encontrando todos, o TALENTO entre a erva fresca, a ANGÚSTIA num gruta escura, a MENTIRA atràs do arco-ìris (mentira, se ela estava no findo do oceano) e atè o ESQUECIMENTO... que já tinha olvidado que estava a brincar às escondidinhas, mas só o AMOR nâo aparecia em nenhum lado.

A LOCURA procurou atrás de cada árvore, debaixo de cada riacho do planeta, no cume das montanhas e quando estava para dar-se porn vencida divisou uma roseira e as rosas... Apanhou uma foruilha e começou a mexer os ramos, quando de repente se ouviu um grito doloroso. As espinhas tinham ferido o AMOR nos olhos; a LOCURA nâo sabia que fazer para desculpar-se, chorou, rogou, implorou, pediu perdâo e até prometeu ser o seu guia.


Desde entâo, desde a primeira vez que se brincou às escondidas na terra:

O AMOR É CEGO E A LOUCURA SEMPRE O ACOMPANHA
Imagen

só o tempo é capaz de entender o amor


Era uma vez uma ilha, onde moravam os seguintes sentimentos: a alegria, a tristeza, a vaidade, a sabedoria, o amor e outros.

Um dia avisaram para os moradores desta ilha que ela ia ser inundada. Apavorado, o amor cuidou para que todos os sentimentos se salvassem; ele então falou:

_ Fujam todos, a ilha vai ser inundada.

Todos correram e pegaram seu barquinho, para irem a um morro bem alto. Só o amor não se apressou, pois queria ficar um pouco mais na ilha.

Quando já estava se afogando, correu para pedir ajuda.

Estava passando a riqueza e ele disse:

- Riqueza, leve-me com você.

Ela respondeu:

- Não posso, meu barco está cheio de ouro e prata e você não vai caber.

Passou então a vaidade e ele pediu:

- Oh! Vaidade, leve-me com você.

- Não posso você vai sujar o meu barco.

Logo atrás vinha a tristeza.

- Tristeza, posso ir com você?

— Ah! Amor, estou tão triste que prefiro ir sozinha.

Passou a alegria, mas estava tão alegre que nem ouviu o amor chamar por ela. Já desesperado, achando que ia ficar só, o amor começou a chorar.

Então passou um barquinho, onde estava um velhinho.

- Sobe, amor que eu te levo.

O amor ficou tão radiante de felicidade que esqueceu de perguntar o nome do velhinho.

Chegando no morro alto onde estavam os sentimentos, ele perguntou à sabedoria:

- Sabedoria, quem era o velhinho que me trouxe aqui?

Ela respondeu:

- O tempo.

- O tempo? Mas, por que só o tempo me trouxe aqui?

- Porque só o tempo é capaz de ajudar e entender um grande amor.


sábado, 20 de dezembro de 2008

A Palavra Amor

O amor....é uma das palavras mais
repetidas e antigas da humanidade....
Para o poeta e escritor Mário de Andrade
o amor é um verbo intransitivo, que não
precisa de complemento, nada pede,
ele por si só já é suficiente...
Para o Apóstolo Paulo o amor é fogo
que arde sem se ver, é ferida que dói
e não se sente....
Milton Nascimento canta que qualquer
maneira de amar vale a pena...
Legião Urbana diz que é preciso amar
as pessoas como se não houvesse o amanhã...
Então não espere este amanhã para dizer
o quanto você ama esta pessoa tão
importante que está ao seu lado...
Não espere encontrar alguém perfeito,
pois nós também não somos.....
Ame quem você tem........
ame cada momento da sua vida....
sua família..... seu trabalho.....
Seja como for, ame....mesmo com dúvida....
ame....ninguém nunca pecou por amar demais.....

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

A Vocação do Amor

Eu vou mostar a vocês uma maneira mais simples de se chegar ao amor. Se vocês aprenderem isso, podem fazer centenas de outras coisas sem medo de ofender o que chamamos de amor.
Amor. se vocês amarem, estão cumplindo a lei, mesmo que não tenha conciência disto.
Podemos verificar por nós mesmo que este consenho funciona.
Peguemos um dos dez mandamentos qualquer:
"Amar a Deus sobre todas as coisas." Eis o amor.
"Não tomar seu santo nome em vão" Ousaria fara superficialmente de alguém que amamos?
"Guardar domingos e festas." Não ficamos muitas vezes anciosos, esperando o dia de encintrar quem amamos para nos dedicarmos ao amor? então se amamos, o que há de acontecer.
O amor exige que obedecemos todas as leis de Deus.
Qunado um homem ama, é desnecessário exigir que honre seu pai e sua mãe, ou que nao mate. para o homem que quer bem o seu próximo é uma ofensa exigir que não o roube _ como poderia roubar quem ama? E seria supérfluo pedir que não levante falso testemunho_ Pois jamais faria isto, como seria incapaz de desejar a pessoa que o outro ama.
Portanto, eu digo: O amor é o cumplimento da lei do amor.
O amor é o mandamento que justifica todos os outros mandamento.
O amor é a regra que resume todas as outras regras.
O amor é o segredo da vida.

"Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine.

Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência: ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver amor, nada serei.

E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso se aproveitará.

O amor é paciente, é benigno, o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz incovenientemente, não procura seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor jamais acaba. Mas, havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará. Porque em parte conhecemos e em parte profetizamos. Quando porém vier o que é perfeito, o que então é em parte, será aniquilado.

Quando eu era menino, falava como um menino, sentia como menino. Quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino.

Porque agora vemos como um espelho, obscuramente, e então veremos face a face; agora conheço em parte, e então conhecerei como sou conhecido.

Agora, pois, permanecem a Fé, a Esperança e o Amor. Estes três. Porém o maior deles é o Amor".

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Doce Amigo

“Se amigo fosse doce,
Que doce então seria???

O meu teria a alegria
Estampada num sorriso
E dois olhinhos bonitos
Fitando o meu olhar

Teria também coração
E pezinhos para andar...

Ah! De um sabor inusitado
E por mais que procurado
Viria me atender...

Se amigo fosse doce,
Seria feito você....

Minha Primeira Carta de Amor

Minha doce... as vezes você tem medo de que eu não há ame você tanto quanto desejas? Minha cara, meu amor por você é enorme, enorme e nao tem limites. Quanto mais a conheço, maior é o meu amor. Até meus ciúmes foram agonias de amor; e nos piores momentos eu poderia ter morrido por você.
Você é sempre nova. O ultimo de seus beijos é sempre mais doce; o ultimo sorriso, o mais brilhante; o ultimo movimento, o mais gracioso. Quando você chega perto de mim, enche-me de uma admiração tão grande que é como estivesse vendo-a pela primeira vez.
Nunca senti minha mente pousar em alguém com uma alegria tão completa. só com você. Quando você está no meu quarto, meus pensamentos nunca voam pela janela. Porque você me faz ficar concentrado. Te Amor!

o meu ser

Quando olho para o espelho, vejo um brilho de vencedor em meu semblante.
Os mínimos detalhes da vida é que me satisfazem.
Minha força esta relacionada com intensidade de meus sonhos, e são muitos.
Por um pouco de tempo retrai-me dentro de uma casca, mas agora estou pronto para brilhar.
Em minha pessoa acharás um bom amigo, pois sei escutar e falar muito bem.
Romantismo faz parte de minha vida, não só relacionado ao amor, mas em todos os sentidos.
Na simplicidade de meu caráter consigo impactar muitos.
Em meus textos irão encontrar sinceridade.
Em minhas piadinhas fora de tempo sorrirão o tempo todo.
Nos momentos que preciso pensar, fujo para meu esconderijo secreto, meu coração. Porem não pense que estou chateado, estarei apenas meditando sobre minha vida.
E caso escolha você para amar, não pense duas vezes em retribuir, pois comigo você será muito feliz.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008



AMOR É FOGO QUE ARDE SEM SE VER

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;
É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;
É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.
Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões

sábado, 6 de dezembro de 2008

Este é o mês do meu aniversário e o maior presente é você.

O poder do verdadeiro amor

Qualquer expressão de afetividade propicia renovação de entusiasmo, de qualidade de vida, de metas felizes em relação ao futuro.O amor não é somente um meio, porém o fim essencial da vida.Emanado pelo sentimento que se aprimora, o amor expressa-se, a princípio, asselvajado, instintivo, na área da sensação, e depura-se lentamente, agigantando-se no campo da emoção.Quando fruído, estimula o organismo e oferece-lhe reações imunológicas, que proporcionam resistência às células para enfrentar os invasores perniciosos, que são com batidos pelos glóbulos brancos vigilantes.A força do amor levanta as energias alquebradas, e torna-se essencial para a preservação da vida.Quando diminui, cedendo lugar aos mecanismos de reação pelo ciúme, pelo ressentimento, pelo ódio, favorece a degeneração da energia vital, preservadora do equilíbrio fisiopsíquico, ensejando a instalação de enfermidades variadas, que trabalham pela consumpção dos equipamentos orgânicos...Situação alguma, por mais constrangedora, ou desafio, por maior que se apresente, nas suas expressões agressivas, merecem que te niveles à violência, abandonando o recurso valioso do amor.Competir com os não-amáveis é tornar-se pior do que eles, que lamentavelmente ainda não despertaram para a realidade superior da vida.Amá-los é a alternativa única à tua disposição, que deves utilizar, de forma a não te impregnares das energias deletérias que eles exalam.Envolvê-los em ondas de afetividade é ato de sabedoria e recurso terapêutico valioso, que lhes modificará a conduta, senão de imediato, com certeza oportunamente.O amor solucionará todos os teus problemas. Não impedirá, porém, que os tenhas, que sejas agredido, que experimentes incompreensão, mas te facultará permanecer em paz contigo mesmo.É possível que não lhe vejas a florescência, naquele a quem o ofertas, no entanto, a sociedade do amanhã vê-lo-á enfrutecer e beneficiar as criaturas que virão depois de ti. E isto, sim, é o que importa.Quando tudo pareça conspirar contra os teus sentimentos de amor, e a desordem aumentar, o crime triunfar, a loucura aturdir as pessoas em volta, ainda aí não duvides do seu poder. Ama com mais vigor e tranqüilidade, porque esta é a tua missão na Terra - mar sempre.Crucificado, sob superlativa humilhação, Jesus prosseguiu amando e em paz, iniciando uma Era Nova para a Humanidade, que agora lhe tributa razão e amor.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Este blogger eu dedico a todos os meus verdadeiros amigos.

pessoas que me dão força para enfrentar a minha caminha.

O Poder da Amizade.

Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro.

A todas elas chamamos de amigos. Há muitos tipos de amigos. Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles. O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e mãe. Mostram o que é ter vida. Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós. Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem.
Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar o nosso caminho. Muitos desses denominados amigos do peito, do coração. São sinceros, são verdadeiros e nos trazem muitas alegrias.

Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora. Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos pertos.

Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.
O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas.

Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações. Mas o que nos deixa mais feliz é que os que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria através das lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam o nosso caminho.

Desejo a você, folha de, minha árvore. Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade.
Hoje e sempre . . . Simplesmente por que: Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós.

Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso.
Meus pés não tocam mais o chão
Meus olhos não vêem a minha direção
Da minha boca saem coisas sem sentido
Você era meu farol e hoje estou perdido

O sofrimento vem à noite sem pudor
Somente o sono ameniza a minha dor
Mas e depois? E quando o dia clarear?
Quero viver do teu sorriso, teu olhar

Eu corro pro mar pra não lembrar você
E o vento me traz o que eu quero esquecer
Entre os soluços do meu choro eu tento te explicar
Nos teus braços é o meu lugar
Contemplando as estrelas, minha solidão
Aperta forte o peito, é mais que uma emoção
Esqueci do meu orgulho pra você voltar
Permaneço sem amor, sem luz, sem ar

Perdi o jogo, e tive que te ver partir
E a minha alma, sem motivo pra existir
Já não suporto esse vazio quero me entregar
Ter você pra nunca mais nos separar
Você é o encaixe perfeito do meu coração
O teu sorriso é chama da minha paixão
Mas é fria a madrugada sem você aqui,
Só com você no pensamento

Eu corro pro mar para não lembrar você
E o vento me traz o que eu quero esquecer
Entre os soluços do meu choro eu tento te explicar
Nos teus braços é o meu lugar
Contemplando as estrelas, minha solidão
Aperta forte o peito, é mais que uma emoção
Esqueci do meu orgulho pra você voltar
Permaneço sem amor, sem luz

Meu ar, meu chão é você
Mesmo quando fecho os olhos:
Posso te ver

Eu corro pro mar pra não lembrar você
E o vento me traz o que eu quero esquecer
Entre os soluços do meu choro eu tento te explicar
Nos teus braços é o meu lugar
Contemplando as estrelas, minha solidão
Aperta forte o peito é mais que uma emoção
Esqueci o meu orgulho pra você voltar
Permaneço sem amor, sem luz, sem ar

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

The power of love

o amor é assim. começa e não quer mais acabar.
o amor que tortura
o amor que salva
o amor que alimenta.
Eu amo a minha vida.

video